Troika em Espanha

Partilhe esta página





troika em espanha

Intervenção secreta da Troika em Espanha :

 

Espanha não está sob resgate financeiro, mas já existe uma «intervenção encoberta» no país por parte da União Europeia, segundo o líder do partido comunista espanhol.

«O momento é grave (...), podemos dizer que em Espanha há uma intervenção encoberta, a União Europeia não se atreve a intervir em Espanha porque seria um escândalo», afirmou José Luís Centella, em declarações aos jornalistas na sede do PCP em Lisboa, no final de um encontro com o secretário-geral comunista português, Jerónimo de Sousa.

Confessando estar «muito preocupado» com a situação que a Espanha atravessa, o líder do partido comunista espanhol argumentou que a intervenção que a União Europeia está a fazer na banca e a posição que assume em relação ao défice prova que já existe uma intervenção.

Contudo, insistiu, «é uma intervenção que não se chama dessa maneira para evitar o alarme social», cita a Lusa.

Questionado se acredita numa intervenção formal da troika em Espanha, José Luís Centella admitiu que será difícil tal acontecer porque «a União Europeia quer manter uma aparência de normalidade».

«Mas, há já uma intervenção, uma imposição de políticas da União Europeia», reiterou, falando no ministro da Economia espanhol como «um agente da troika em Espanha».

Também em declarações aos jornalistas depois do encontro com José Luís Centella, o secretário-geral comunista português adiantou que o reforço das relações entre os dois partidos foi uma das matérias analisadas na reunião, que serviu igualmente para analisar os «problemas comuns que resultam da situação de crise e de ofensiva contra os trabalhadores e os povos».

Falando num «encontro construtivo», Jerónimo de Sousa prometeu ainda uma «acção convergente» entre os partidos comunistas português e espanhol,
«tendo em conta as grandes questões políticas económicas e sociais que atingem os dois países».

 

fonte: Agência Financeira .

 

 

 

 

***