inversão polos magneticos

Partilhe esta página





Em Dezembro de 2009 o National Geographic noticiou que o pólo magnético Norte se desloca cerca de 60 km por ano, em direcção à Rússia. Link Aqui .

Arnaud Chulliat, geofísico do Instituto de Física do Globo de Paris, afirma que existe uma misteriosa força magnética que está empurrando o Norte magnético para um novo local. Segundo o pesquisador, a força vem do fluxo do centro ferro derretido que forma nosso planeta, de onde surge o campo magnético.

 

Caro leitor, isto já está ocorrendo, é um facto. E se estiver atento às notícias, irá perceber que vários acontecimentos estranhos no Mundo são evidências disso.

Aumentaram os grandes terramotos.

Aumentaram casos de erupções vulcânicas.

Sons estranhos ouvem-se no céu em todo o Mundo .

Buracos surgem por toda a parte no solo.

Milhares de pássaros morreram pelo mundo inteiro, na passagem de ano de Janeiro de 2012.


Continuam a morrer milhares de animais, são aves, espécies marinhas e outros, nos E.U.A
Link Aqui .

Fevereiro de 2012 : Vaga de frio matou centenas de pessoas na Europa. Um pequeno pormenor estranho, na Europa inteira morreram cerca de 500 pessoas, mas em Portugal em apenas uma semana morreram 3000 pessoas ! ( número de mortes muito maior ), e diz-se que pode ter sido devido à vaga de frio. link RTP .

 

6 de Maio : Cerca de 800 golfinhos surgem mortos no Perú, e milhares de aves também.

14 Maio : Em Portugal fazia calor, no dia seguinte a temperatura desceu 10 graus. Na Bósnia estavam mais de 30 graus, e no dia seguinte a temperatura desceu trinta graus e começou a nevar em Sarajevo .

A 28 de Abril aconteceu algo semelhante nos E.U.A, nevões fora de época, em plena primavera, manto de neve chegando aos 45 centímetros .

Neste mês de Maio de 2012, em Portugal, o clima muda repentinamente, num dia faz sol e calor, no dia seguinte faz chuva e vento.

 

 

Em menos de 24 horas, o Lago Cachet II na região sul da Patagônia do Chile desapareceu completamente.

Duas pessoas caminham ao lado de blocos de gelo no lago Cachet II em Aysén, Patagonia chilena, 1700 km ao sul de Santiago em 6 de abril de 2012.
Pouco antes da meia-noite de 31 de março de 2012 o lago com os seus 200 milhões de litros de água começou esvaziar pela segunda vez este ano.
O lago desapareceu completamente devido ao aumento das temperaturas decorrentes das alterações climáticas, de acordo com especialistas.
(STR / AFP / Getty Images)
Cachet Lago II, na região sul da Patagónia - Chile era um enorme lago glacial de dois quilómetros quadrados glacial. Mas agora, o lago está vazio.
Num período em Março, que durou menos de 24 horas, o lago desapareceu completamente, a Agence France Presse relatou .

Esta é realmente a 11 ª vez que o lago foi drenado desde 2008, e os cientistas perguntam-se se o aquecimento global seria o culpado. Água do lago vem de uma geleira, mas o aumento das temperaturas fizeram a geleira mais fraca. Como resultado, 200 milhões de Cachet Lago II de litros cúbicos de água derramaram-se noutro rio, o esvaziamento do lago Cachet cama II do lago, a AFP.

O Programa das Nações Unidas também disse que as geleiras na Patagónia argentina e chilena estão "perdendo massa mais rápido e por mais de geleiras em outras partes do mundo", Revista Newsweek relatou no ano passado .

"O lago tinha simplesmente desaparecido", disse Juan José Romero, director do Serviço Florestal Nacional do Chile, disse à Associated Press na época .
"Ninguém sabe o que aconteceu. Link Aqui .

 

...

A inversão dos Pólos magnéticos não ocorre apenas na Terra, muito provavelmente está a ocorrer noutros planetas do sistema solar, portanto é um fenómeno em grande escala, causado pela actividade Solar ( o Sol está no ciclo de maior actividade ).

Hubble detecta auroras luminosas nos pólos magnéticos de Jupiter.

    

 

Saturno:

 

E Urano, que afinal também tem anéis idênticos aos de saturno . A Sonda voyager detectou nuvens luminosas nos pólos magnéticos de Urano. O telescópio Hubble também captou imagens.

 

 
Fenómeno luminoso estranho surge nos céus da Nova Zelândia ( 29 de Março de 2011 ) :

 

 

 

 

***